<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?ev=6018235932715&cd[value]=1.00&cd[currency]=BRL&noscript=1" />

A comunicação assertiva é uma das principais habilidades dos líderes de sucesso. Se destacando no mercado de trabalho ao utilizar esse tipo de comunicação de forma eficiente, os bons líderes também são bons comunicadores, e conseguem transmitir informações de forma clara, possuem bom relacionamento interpessoal e conseguem solucionar muitos problemas dentro das corporações.

Mas o que é comunicação assertiva? A assertividade pode ser erroneamente confundida com agressividade, pois muita gente entende que adotar uma postura clara, objetiva e coerente é o mesmo que falar sem se importar com o próximo, mas não é nada disso. Na verdade, a assertividade é um comportamento direto, verdadeiro e dinâmico que traz muitos benefícios, uma vez que a passividade também não é positiva nem no ambiente de trabalho, nem no convívio social.

Pessoas assertivas conseguem transmitir informações dizendo exatamente aquilo que pretendem, sem rodeios ou mal-entendidos, mas sempre respeitando o direito e espaço do interlocutor. Segundo um dos gurus da administração Peter Drucker, o sucesso profissional estará diretamente relacionado a essa competência num futuro próximo, afinal, o trabalho em equipe eficiente tem a comunicação como uma de suas principais bases.

Características e dicas de como se tornar um comunicador assertivo

Em resumo, um comunicador assertivo é aquele que não tem e não transmite inseguranças ou risco de enganos e falhas na sua fala. É aquele que tem autoconfiança e autorrespeito. Para ilustrar e explicar melhor o que é comunicação assertiva e como desenvolvê-la, separei algumas características e dicas, vamos lá?

  • Escute o que os outros têm a dizer: um bom comunicador deixa o outro falar. Conforme diz o ditado, não à toa temos duas orelhas e uma só boca. Mesmo que você discorde da opinião de outra pessoa, deixe que ela conclua seu raciocínio e só então exponha seu ponto de vista e seus argumentos, mas sempre com empatia e respeito. Lembre-se: a comunicação é uma via de mão dupla;
  • Saiba bem o que vai falar: antes de sair dizendo qualquer coisa, tenha conhecimento do que vai abordar. Discursos repletos de “eu acho” podem ser frágeis, por isso, mostre que você domina o assunto e tem propriedade para falar exemplificando e enriquecendo o discurso  expondo suas experiências, dados e informações. Isso dá credibilidade à fala;
  • Seja direto: não adianta falar sem parar, enrolando o assunto. É fácil perceber a falta de argumentos e a comunicação assertiva é sobre evitar rodeios desnecessários. Quando for fazer isso, porém, tome cuidado para não impor sua opinião e fazer julgamento de valores, se tornando agressivo;
  • Atenção à compreensão: um dos pontos chave da boa comunicação é se certificar que o outro está captando a mensagem que você pretende passar. Uma boa técnica é usar a empatia e procurar se colocar no lugar do outro, além de estar atento para perceber se ele está entendendo o que você fala. Pense sempre em como você se sentiria se estivesse do outro lado;
  • Use a linguagem adequada: não tomar cuidado com a linguagem é um dos principais erros. Esteja atento à fala e à escrita e utilize a mesma linguagem de quem está conversando para estabelecer entendimento. Tudo depende do contexto: termos muito rebuscados podem afastar quem te escuta, mas gírias e abreviaturas também empobrecem a fala, então adeque o seu discurso à situação, mas sem perder a sua verdade;
  • Atenção à linguagem corporal: quando estamos nos comunicando, não é só a fala que conta. Lembre-se que o corpo também demonstra o que você diz (e de forma muito mais intuitiva) e saiba como utilizar isso. Observe os sinais e tome cuidado para não utilizar uma expressão corporal agressiva e intimidadora;
  • Passe emoção na sua fala: falar com entusiasmo mostra que você acredita em suas palavras. Se você não acredita em seu próprio discurso, é muito mais difícil que os outros também se comprometam.

A comunicação assertiva no ambiente de trabalho

Com tantas pessoas qualificadas e com ótima formação no mercado de trabalho, as empresas buscam cada vez mais pessoas com habilidades comportamentais. Assertividade, portanto, é um diferencial, pois contribui para o desenvolvimento de equipes e traz resultados satisfatórios e eficientes. Bons líderes são comunicadores assertivos e transmitem confiança aos demais, pois suas intenções, motivos e objetivos são claros.

Uma situação em que a comunicação assertiva faz a diferença, por exemplo, é quando o gestor precisa comunicar à equipe uma nova tarefa. Se for feito de forma parcial, ou se não for claro, as chances da equipe executar a tarefa de forma insatisfatória é maior. Se o gestor comunica de forma coerente e objetiva, as chances do processo ser realizado com maior produtividade e dentro do esperado são maiores.

Apesar de ser indispensável para os líderes, essa habilidade não é importante apenas para eles. Do estagiário ao CEO, todos possuem um papel importante para que a empresa funcione bem, e a comunicação interna adequada é sinônimo de um trabalho alinhado, engajado e de comprometimento de toda a equipe. Além disso, com a comunicação assertiva, é mais fácil evitar conflitos e resolver situações complexas e desgastantes.

A comunicação assertiva traz para o ambiente de trabalho relações interpessoais mais verdadeiras e seguras. Lembre-se de construir e manter relações de confiança, baseadas na lealdade, respeito e equilíbrio entre seus interesses e os de seus superiores, pares e colaboradores.