<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?ev=6018235932715&cd[value]=1.00&cd[currency]=BRL&noscript=1" />

A posição de liderança é geralmente cobiçada – muitos anseiam pela posição de líder e se dedicam até obtê-la. Porém, quando alcançam um cargo de coordenador ou supervisor, por exemplo, não sabem como agir. Virei líder e agora? O que fazer? Qual tipo de liderança escolher? 

Ser líder não é apenas ganhar um aumento de salário e o respeito do chefe. É também ser responsável por toda uma equipe, por seus problemas e atrasos, pela motivação geral. Não basta ser um profissional excelente em termos de técnica e experiência, é preciso aprender sobre técnicas de liderança e gestão de pessoas. Se você não estiver preparado, o seu sonho pode virar um desafio e tanto. 

Por isso, separamos para você algumas dicas para saber se você está sendo um bom líder ou apenas tem um cargo de comando. Continue lendo! 

Como devo liderar minha equipe?

Muitos líderes de primeira viagem acham que precisam de todas as respostas logo de cara. Calma! A experiência é a maior professora de todas. Se você está disposto a aprender e faz as perguntas certas, já está no caminho.

O primeiro passo é a confiança. A equipe segue o líder pois compra suas ideias, orientações e estilo de liderança. E o que gera essa confiança é a coerência das suas ações. Seu discurso está alinhado ao que você faz diariamente? Se você fala, deve fazer. 

O líder confiável cumpre aquilo que promete e é o primeiro a liderar pelo exemplo. Pode até não parecer, mas sua equipe está o tempo todo de olho em você. Que horas você chega? Está atrasado? O que fez durante o expediente? Que horas saiu? Portanto, cuidado: seu time é seu espelho. Uma equipe que é liderada de maneira correta segue seu líder, pois ele está junto dos colaboradores.

Um bom líder também sabe dar feedbacks e entende a importância de sinalizar o que está errado – e valorizar o que está indo bem. Deixe claro para cada um o que é preciso melhorar, sem discursos genéricos de “seu desempenho está ruim”… É preciso que ser direto, assertivo e objetivo, utilizando exemplos como “Sua produtividade está baixa porque você está chegando atrasado. Eu preciso que você chegue no horário todos os dias, está acontecendo algo?” Se possível, ofereça ajuda e se mostre aberto ao diálogo. 

Da mesma forma que você deve ser claro ao fornecer feedbacks, a equipe precisa saber quais são os objetivos e as entregas que devem ser feitas. Muitas equipes simplesmente não sabem o que é esperado delas, tanto individualmente quanto para o time. É importante alinhar expectativas e resultados, pois assim cada um sabe o que deve entregar no fim do mês, semestre, ou até do dia. Deixe muito claro o que é esperado de cada um, pois quando as regras são claras, o ambiente de trabalho se torna mais eficiente. 

O que devo fazer? Como começar?

Antes de mais nada, é preciso estabelecer o diálogo e relação com seu time.  Você nunca vai saber o que está acontecendo com toda a equipe se não os ouvir ativamente. Manter uma rotina de reuniões regulares pode ser desafiador, mas vai te ajudar muito nessa jornada! Acima de tudo, lembre-se: seja honesto e sincero, se quer respostas honestas e sinceras, e respeito vem acima de tudo. Aqui vão algumas dicas:

  1. Converse com todos em reuniões regulares com sua equipe. Assim, você consegue entender melhor o que cada um está fazendo e o seu trabalho passa a ser conectá-los com suas tarefas e metas, além de criar uma conexão consigo e com o resto da equipe. 
  2. Fazer reuniões individuais é essencial. Alí será o espaço para entender as motivações, problemas e construir uma relação de confiança com cada um. Além disso, é uma ótima oportunidade para repassar prioridades, alinhar expectativas e tarefas. 
  3. Peça feedback. Da mesma forma que o líder oferece feedbacks, ele também precisa saber o que está funcionando ou não. De início, você pode acabar recebendo respostas mais genéricas mas, conforme a relação evoluir e a confiança for estabelecida, seus colaboradores irão se abrir mais.

Depois de ouvir atentamente, é hora de agir. Pode ser difícil no começo, mas vai dar tudo certo – quanto mais confiança você ganha, mais as pessoas confiam em você. E ao longo do tempo, ser um líder é ser capaz de se adaptar e evoluir. 

E lembre-se: seu trabalho agora é ajudar todos os membros da equipe a alcançarem seu potencial e colocá-lo em prática, atingindo resultados cada vez melhores!